Inauguração da Biblioteca Luiz Alves de Lima e Silva – Duque de Caxias.

 

Na manhã do dia 18 de abril de 2018, integrantes da Academia Itaunense de Letras (AILE), da Loja Maçônica Itaúna Livre (LMIL), do Poder Público Municipal e convidados, compareceram à sede do Tiro de Guerra O4.009 às 07h, para participarem da inauguração da Biblioteca Luiz Alves de Lima e Silva – Duque de Caxias. Foram recebidos pelos Subtenentes Wilson Geraldo de Oliveira e Willian de Faria Alves, que os convidaram para assistir ao hasteamento da Bandeira Nacional. Concluído o hasteamento se dirigiram para o local onde funcionará a Biblioteca.

Na abertura dos trabalhos, o Subtenente Wilson Geraldo de Oliveira, reiterou os agradecimentos e solicitou a todos que se posicionassem para a execução do Hino Nacional.

Em seguida saudou e agradeceu a todos os presentes e assim manifestou acerca da Biblioteca Luiz Alves de Lima e Silva – Duque de Caxias.

“Visando motivar o Atirador ao hábito da leitura, bem como possibilitar que se prepare para o ENEM, pré-vestibulares ou concursos públicos, capacitando-os ainda mais para os desafios do futuro, criamos a biblioteca na sede do Tiro de Guerra 04-009.

O acervo inicial consta de um kit de apostilas específicas para o ENEM, um kit preparatório para vestibulares, um kit preparatório para a Escola de Cadetes do Exército, um kit preparatório para a Escola de Sargentos das Armas e vários livros didáticos das mais diversas matérias (química, física biologia, português, matemática, sociologia, história, inglês, dentre outras), além de um razoável acervo de livros paradidáticos.

A biblioteca permitirá que os Atiradores interessados possam conciliar suas atividades externas com horários de estudo e leitura na sede, ou mesmo nas suas residências, a partir da cautela (empréstimo) dos livros paradidáticos, o que será de vital importância para aqueles que durante a escala de serviço da guarda patrimonial da sede do TG, possam ocupar seu tempo adquirindo cultura e capacitação.

O evento antecipa as comemorações do Dia do Exército, que acontecerá no dia 19 de abril às 07h, na Praça da Matriz, aberto ao público em geral. Portanto, convido todos os presentes e seus familiares.

Por oportuno, a biblioteca encontra-se ainda em franca formação, logo, toda doação de material, particularmente livros paradidáticos, será extremamente bem-vinda.

Quero agradecer aos acadêmicos, autoridades e convidados pelas presenças e pelos livros que trouxeram para doação.

Muito obrigado a todos”

Em seguida concedeu a palavra ao Presidente da Academia Itaunense de Letras – AILE, Prof. Arnaldo de Souza Ribeiro. Em resumo: o Presidente cumprimentou a todos e parabenizou o Subtenente Wilson Geraldo de Oliveira, pela importante e louvável iniciativa. Realçou os pensamentos de José Bento Monteiro Lobato e Pitágoras, sendo: “Um país se faz com homens e livros” e “Educai as crianças para que não seja necessário punir os adultos”, respectivamente.

Disse ainda que o Exército Brasileiro sempre se caracterizou como uma escola de reserva moral, onde se busca cultivar os princípios do amor à Pátria e da boa formação do jovem. Relatou ainda, que em 1915, o escritor Olavo Bilac iniciou em São Paulo, uma propaganda em que acentuava os benefícios do serviço militar obrigatório, conforme registrado no artigo de Humberto de Campos, intitulado – A vitória da escova e do sabonete.

Reforçou que a história do Exército Brasileiro, confunde-se com a história do Brasil, considerando que o Exército Brasileiro, nasceu no dia 18 de abril de 1648, na sangrenta Batalha dos Guararapes, ocasião em que as três raças se uniram para expulsar os holandeses e, que a partir daquele ato nasceu o sentimento de nativismo brasileiro, acolhido e defendido pelo Exército Brasileiro.

Que via com otimismo a criação da Biblioteca Luiz Alves de Lima e Silva – Duque de Caxias, pois acredita no poder transformador das leituras.

Ainda lemrou que no dia 18 de abril comemora-se o Dia Nacional do Livro Infantil, nos termos da Lei 10.402, de 08 de janeiro de 2002, em homenagem à data natalícia do escritor José Bento Monteiro Lobato, ícone da literatura brasileira.

Cumprimentou os jovens atiradores e os conclamou para que se preparem, para que possam contribuir de forma mais eficaz na construção de um país mais justo, fraterno, equânime e solidário.

Encerrada a fala do Presidente da AILE, o Subtenente Wilson Geraldo de Oliveira solicitou que o Capitão da Reserva Dr. Juscelino Silva, o atirador e estudante universitário Guilherme Antônio de Souza Ribeiro e o Presidente da Academia Itaunense de Letras – AILE Prof. Arnaldo de Souza Ribeiro, descerrassem a cortina e inaugurassem a Biblioteca Luiz Alves de Lima e Silva – Duque de Caxias.

Feito o descerramento, reiterou os agradecimentos e encerrou a Reunião.

 

Your browser is out of date. It has security vulnerabilities and may not display all features on this site and other sites.

Please update your browser using one of modern browsers (Google Chrome, Opera, Firefox, IE 10).

X